22 de dez de 2016

Calar-se é o melhor remédio!

As vezes pelo o simples hábito, ou até mesmo na hora da raiva, estresse, enfim, acabamos falando mal dos outros. Mas isso não é o pior, o pior, é quando falamos mal de nós mesmos. Quando contamos as nossas misérias, tristezas e problemas com o único objetivo de encontrar o conforto no outro. Atrair a piedade é desejar e invocar para si condições dignas de piedade.

Há pessoas que falam demais, estão sempre prontos para opinar, criticar, espelhar, reproduzir, aumentar e fomentar falatórios de maneira irrefletida e desorganizada. Essas pessoas não tem ideia de que essa é a maneira mais rápida de perder o Poder da Palavra.


Falar em demasia é a maneira certa de desperdiçar vitalidade e energia. Manter-se de boca fechada não significa dizer apenas não proferir palavras a esmo, mas estar atento a como nascem e se processam os pensamentos, a como eles podem ser canalizados e dirigido de modo favorável.

Na espiritualidade, uma pessoa que não tem o domínio da Palavra apresenta-se com uma Aurea turbulenta, onde os pensamentos giram em todos os lados sem ordem. São pessoas frágeis e completamente desarmada, susceptíveis a qualquer influência ou ataque externo. Elas tendem a sentir-se diariamente cansadas, desmotivadas, desanimadas, oprimidas e deprimidas.

"Quem não controla o Falar, não controla o Pensar e portanto não domina o próprio Existir".

As pessoas que desenvolve a arte do Silêncio aproveita melhor as oportunidades de, no mínimo, não falar besteiras.

Falando assim, parecer ser algo muito óbvio, mas não o é. O que dificulta é quando se permite dominar pela a ânsia de 'responder a altura', dar o troco, faze-se ouvir, impor-se, gritar mais alto, se fazer presente a todo e qualquer custo, ou seja, a dificuldade em saber a hora de sair de cena, descer do palco e permitir que o Universo termine o espetáculo, isso é uma razão para tanto stress e desajustes que sugam a sua Energia Pessoal.

Confesso, que ainda estou aprendendo a arte do Silêncio, mas percebi que após praticar isso, desinstalar do meu coração a raiva, tenho andado menos estressa e mais animada com a vida. 

Tente desconectar do coração o hábito de reproduzir acontecimentos desagradáveis, tragédias, desastres e catástrofes e evite mergulhar nas ondas de raiva coletiva, de fofoca comunitária, de falatórios generalizados.

Aprenda a Calar-se, a controlar o pensamento e a fala. Pois silenciar é manter a mente concentrada sobre o que importa de verdade para si, é abster-se de colocações desnecessárias e dizer apenas o que condiz com o que se deseja ver manifesto no próprio Universo; o silêncio atrai gratidão, coloca em palavras a Força, a Abundância, o Equilíbrio, a Saúde, a Felicidade e o bem; o silencio também é brigar pelos os direitos, entrar em campo de batalha se assim for necessário, mas é igualmente saber voltar ao estado de Centralidade e Paz; o silencio é a única maneira de adquirir o Poder da Palavra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CantinhodaAmiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...