12 de ago de 2018

Resenha: A Química


Título: A Química
Autora: Stephenie Meyer
Editora: Intrínseca
Número de Páginas: 496
Nota (0 a 5): 4

Quando vi esse livro para venda fiquei mega empolgada, amo suspense e a premissa encantadora me conquistou, além da capa ser incrível. Eu não estava errada e acredito que a autora deveria investir em mais livros desse tipo do que do gênero sobrenatural.

A Química conta a história de Alex (prefiro chama-la assim, pois foi o nome em que ela mais utilizou), uma ex-agente de uma organização do governo que nem sequer possuía nome.  Sua especialidade era de descobrir informações através de interrogatórios e torturas por uso de drogas nas suas vítimas. Entretanto, após sofrer uma tentativa de homicídio e a única pessoa que ela confiava ser assassinada, Alex não vê alternativas além de fugir, mudando de cidade constantemente, nomes e criando armadilhas para o seu resguardo.

Anos se passam até que seu antigo empregador lhe oferece uma saída: Um último trabalho para deixar de ser alvo da vez e ainda tornar-se heroína. Poucas são as informações passada e elas só tornam a situação ainda mais perigosa. Indecisa, ela decide aceitar e arriscar. Então, a história começa…

Nossa protagonista é uma mulher introspectiva, inteligente e que adora os seus brinquedos, que podem deixar qualquer um inconsciente ou até mesmo matar sem deixar rastros. Gostei dela por não ser aquele tipo de personagem que precisa de alguém para atingir seus objetivos, porém Kevin, outro personagem da história, tem um brilhantismo maior que o dela. Ele se destaca e muitas vezes rouba a cena. Quanto ao romance dela com Daniel, achei fofo, mas sou suspeita em falar, pois adoro romances.

Demorei a engatar na história. O inicio é um pouco cansativo, mas após as cem primeiras páginas aproximadamente, o livro começou a me prender. Outro ponto negativo é que algumas cenas são muito rápidas enquanto outras demasiadas lentas, além do que, algumas situações e diálogos, principalmente entre Alex e Kevin, não possuírem uma lógica. Poucas palavras para formular planos mirabolantes, mas que deixam o leitor perdido e só temos a resposta quando está acontecendo à ação. Sabemos também quem são os vilões, mas o livro não explica direito o motivo que os levou a persegui-los.

A narrativa é em terceira pessoa e a autora não fez um bom uso do recurso. Ela poderia mostrar outros pontos de vista, porém sem prendeu a Alex.

Apesar dos pontos negativos, gostei muito da história e recomendo que tentem passar das primeiras cem páginas, pois vale muito a pena. Gostei da pesquisa que a autora fez sobre os compostos químicos e o fato dela ter conseguido aplicar no livro também. Existem bastantes detalhes, algo que admiro, apesar de concordar que em alguns momentos terem sido desnecessários. As cenas de ação são incríveis. O final não é tão surpreendente, mas é gostoso e divertido de ler. Recomendo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CantinhodaAmiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...