1 de ago de 2018

Resenha: A Hora das Bruxas - Vol. 1

Título: A Hora das Bruxas I
Autora: Anne Rice
Número de Páginas: 496
Editora: Rocco
Nota (0 a 5): 3,0

Nunca tinha lido nada da autora até esse livro. Conhecia suas histórias por conta dos filmes. Esse foi o primeiro livro que leio e sinceramente, esperava mais. 

O inicio é interessante e misterioso, porém, depois, torna-se uma leitura chata e com detalhes e descrições demasiados e inúteis. Foi difícil dar continuidade… Além do que, não é um livro para qualquer um, Anne Rice, como sempre, insere temas perturbadores entrelinhas…


O livro inicia-se com a história de Deidre, atual herdeira da família Mayfair, vivendo em uma mansão em Nova Orleans, nos EUA. Uma senhora que não fala nada desde o nascimento de sua filha e precisa de ajuda constante de psiquiatria, além de viver a base de remédios.

Após, nos é mostrado Lasher, um Ser que de alguma forma está ligada a esta família. Não sabemos exatamente o que ele é. Descobrir os segredos dele e da família é o que nos faz continuar com a leitura.

Ao mesmo tempo, conhecemos Rowan Mayfair, uma brilhante médica neurocirurgiã, solitária e que adora navegar. Em uma das suas idas ao mar, encontra um homem a beira da morte, Michael Curry. É neste ponto que Anne Rice nos apresenta os verdadeiros protagonistas da história.

O livro, em boa parte é contada através de relatórios sobre a família Mayfair o qual uma organização secreta vem juntando há anos. Nesses arquivos encontramos toda a árvore genealógica da família, inclusive os mistérios, magias e os segredos que envolvem Lasher desde a primeira bruxa que o invocou.

É um livro complexo, rico em detalhes (em exagero), que mescla passado e presente, alternando pontos de narrativa, em primeira e terceira pessoa. Entretanto, em vários momentos, a história se torna cansativa, principalmente quando nos é apresentado os arquivos da família Mayfair. Sinceramente, o único ponto que me fez continuar a leitura foi o segredo de Lasher e a magia inesperada que envolve um personagem da história que não é um membro da família. Porém, infelizmente, esse livro não nos traz as respostas necessárias para essas perguntas, o que me deixou revoltada. Senti que o livro estava inacabado e descobri que são inúmeros livros até você finalmente desvendar o segredo.  Particularmente não gosto de livros assim. Gosto de séries, mas elas devem ter algum final, mesmo que deixe pontas soltas. Em A Hora das Bruxas, não houve final nenhum.

Apesar disso, é uma história interessante e confesso que fiquei curiosa para descobrir esses segredos. Pretendo, futuramente, dar continuidade a série.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CantinhodaAmiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...