19 de mai de 2018

Resenha: Fubá com Sagu

Título: Fubá com Sagu
Autor: Gustavo Rugila
Número de Páginas: 83
Nota (0 a 5): 5

Vamos a Resenha?

A primeira vez que vi o livro fiquei curiosa quanto ao título. Na época, não sabia o que era Sagu, mas depois, pesquisando sobre a planta e lendo o livro, entendi o porquê do título se chamar Fubá com Sagu.

Muita gente utiliza o sagu para fazer sobremesas. É muito utilizado para fazer doces. E nada melhor do que um doce para alegrar a vida, né? “Fubá com Sagu” é um livro repleto de textos doces, sentimentais, profundos e que muitas vezes nos trazem certa nostalgia, o que podemos associar ao Fubá, ingrediente que nos remete a infância, a inocência… Resumindo, é um livro de amor e emoção. 

A escrita do autor é suave, fluída. Sentia que estava lendo um diário. Que aqueles textos eram pessoais e uma forma de desabafo. Sentia que estava lendo algo de um amigo, e muitas vezes me peguei falando sozinha, tentando acalmar o coração deste amigo.

“Fubá com Sagu” vem nos trazer uma variedade de sentimentos escondidos ou não, na relação com pessoas. A grande maioria dos textos falam de amor e suas decepções, mas também encontramos sobre o quanto podemos nos enganar por uma pessoa, o quanto nossas ações tem consequências e o quanto nos sentimentos em relação a nós mesmos.

Enquanto lia, marcava com post-it frases e contos favoritos, e ao final da leitura, observei que não houve um texto do qual não foi marcado. É como se eu tivesse destacado o livro inteiro sem tirar uma linha. Muitas das vezes, enquanto lia, sentia que o autor havia “roubado” minhas experiências e sentimentos e posto ali, para todos lerem… E isso só me fez perceber o quanto as nossas inseguranças são parecidas. Nós apenas colocamos uma máscara ao sairmos de casa. A máscara de que está tudo bem.

Por fim, tudo o que tenho a acrescentar é que esse livro vale muito a pena ser lido. Então, leiam e mergulhem com profundidade. É um livro lindo e repleto de amor.

Agora, alguns quotes:

“Quero apenas viver na calmaria dos pensamentos que me levam para frente”

“São tantas chateações, julgamentos, desprezos, que arrancam todo o meu ar, todo o meu sopro de vida.” 

 “Logo percebi que se tratava do passageiro sombrio, e ele era eu, eu era ele. Algumas vezes, eu não me dava conta e deixava-o pegar o volante […] Ele gostava da minha companhia assim como eu gostava da dele.”

“A ganância, às vezes, pode ser perigosa, enganadora e levar você a perder alguns trocados. Porém, a amizade pode ser forte e indispensável, o que levará a sempre se divertir.”

“Borboletas são esplêndidas, coloridas, delicadas e livres, livres pra voar. Basta libertá-las do peito para correr atrás delas por aí.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CantinhodaAmiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...