2 de abr de 2018

Resenha: O Homem que Amei

Título: O Homem que Amei
Autora: Vall Chruscielski
Número de Páginas: 377
Nota (0 a 5): 5

Agora é a hora da resenha!

Quando peguei para ler “O homem que amei” confesso que não contava que fosse gostar tanto. Adoro romances, mas não esperava que este livro fosse me fazer amá-lo e torcer com todas as forças pela felicidade do casal protagonista. A autora me encontrou por acaso, e fico imensamente grata por isso, pois ela me deu a satisfação de ler esta apaixonante história. Um livro repleto de emoções e ainda por cima, envolvendo algo que amo, a arte, que no caso foi a música. Se me pedissem para descrever em uma palavra este romance, seria esta: “Apaixonante”. 

A narrativa doce em primeira pessoa faz com que nos identificamos ainda mais com a protagonista Eva. Uma mulher de vinte e dois anos, com marcas de um passado triste e inicialmente sem conhecimento do prazer sexual.

Apesar de ser um livro, talvez considerado hot, as cenas de teor sexual são fluídas e cativantes. Cenas que você lê e fica com o doce sabor de “quero mais”, desejando em alguns momentos, que fosse você a vivenciar o que Eva vivencia.

O livro começa com Eva narrando sobre a perda dos pais e do irmão em um acidente de carro. Apesar da narrativa inicial ser um pouco rápida, ela nos desperta o interesse sobre o mistério envolvendo esta fatalidade. Após muitas tristezas e Eva tendo que começar a vida do zero, - pois com a morte dos pais, acabou indo a falência - conhecemos Henri. Um homem atraente, instigante e sobrinho de um cliente que frequentava o bar em que Eva trabalhava como bartender. 

Clichê? Pode ser, mas quem disse que isso não é bom? A autora conseguiu transformar o romance clichê em algo magnífico.

A atração deles é instantânea, e o que mais me cativou com a história foi o fato da Vall Chruscielski conseguir fazer com que o relacionamento dos dois acontecesse de modo natural. Sim, eles se sentiam atraídos como um imã logo de inicio, mas nenhum dos dois queriam um relacionamento e tentaram a todo custo – principalmente ele – a se distanciar. Ela, por ainda está com o coração quebrado por conta da perda dos familiares, ele, por questões que só descobrimos no decorrer da história.

Outro ponto que me cativou foi à perda da virgindade de Eva. A autora nos mostra que não é completamente um mar de rosas. Apesar de Henri amar e tentar a todo custo não machucar Eva, ela, ainda assim, sentiu uma leve dor, algo totalmente natural e que infelizmente não vemos em muito dos romances atuais.

Henri é apaixonante e a todo o momento mostra amar verdadeiramente Eva. Ele cuida dela, a protege e te faz suspirar pelas demonstrações de carinho. 

Henri, um homem permitindo-se amar… Eva, uma mulher permitindo-se a descobrir o prazer da vida.

Entretanto, nem tudo é tão belo, muitos contratempos e segredos acontecerão para separar o casal. E nesse meio tempo, você nota o título do livro “O Homem que Amei” e começa a sofrer junto com Eva e Henri já imaginando o pior… Será que o amor será capaz de ultrapassar todas as barreiras? Essa é a pergunta que ronda em nossas mentes conforme a leitura do livro. Você espera que sim, mas será? Não vou dizer, vou esperar vocês lerem o livro e me contarem o que achou… rsrsrsrs.

Por fim, a leitura é apaixonante. Os trechos das músicas em cada capítulo são ainda mais encantadores e apesar de haver cenas um pouco fortes, envolvendo depressão e um possível abuso, a autora conseguiu transmitir a inocência, doçura, emoções e sensualidade na medida certa e o desfecho final é incrível.


Recomendo a todos para conhecerem essa incrível história de amor e prestigiar uma autora nacional. 

6 comentários:

  1. Super ansiosa pra iniciar a leitura. A Vall arrasa muito na escrita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela arrasa mesmo!! E acredito que você vai adorar o livro!!!

      Excluir
  2. Obrigada, que resenha "maravilinda"!!
    Estou emocionada com suas palavras e feliz por ter despertado as emoções em você.
    Aline, sou muito grata por ter aceito ler.
    Beijos Mil, doce menina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou!!!! Fico muito feliz em ter tido a oportunidade de ler seu livro e ainda por cima, ter amado! É muito bom quando lemos algo e ele nos desperta emoções em nós e seu livro conseguiu esse feito. Parabéns! E acredito que ainda vou ver seu nome nas grandes livrarias... Você arrasa!
      Bjooos

      Excluir
  3. Estou lendo e concordo com todos os elogios. Essa autora arrasa sempre!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim... ela é maravilhosa! Infelizmente o Brasil não valoriza tanto os autores nacionais.

      Excluir

CantinhodaAmiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...