11 de fev de 2017

Relacionamentos Tóxicos: Quando é da família!


O que são relacionamentos tóxicos? Você sabe?

O próprio nome já diz, é uma relação tóxica, ou seja, uma relação que lhe causa desconforto, contamina a sua vida e de quem está ao seu redor, pode inclusive causar problemas de saúde. São relações que te fazem mais mal do que bem, fisicamente e/ou psicologicamente. Mas e quando é da família?


Entender que drogas e álcool (em excesso) faz mal a saúde, todos entendem. Mas identificar os efeitos colaterais e os sintomas de um relacionamento tóxico, nem sempre é possível. Pois assim como as drogas, que nos faz mal a saúde e nos torna prisioneiros da mesma, no relacionamento tóxico acontece o mesmo. Nos tornamos aprisionados e temos dificuldade de fazer o diagnóstico e assim curar. 

Todo relação tem seus altos e baixos, crises emocionais, financeiras, afetivas... enfim, todas passam por algum momento de turbulência. Entretanto, os relacionamentos tóxicos são aqueles que por mais que insiste, ore, lute, não te fará feliz. Ao contrário de relações que estão passando por um momento de dificuldade, os relacionamentos tóxicos te causará mais dor e sofrimento do que amor e alegria.

Mas afinal, como identificar um relacionamento tóxico?

Um relação tóxica apresenta alguns comportamentos que geram muitos sofrimentos, desesperança, desgaste, enfim, não é fácil de identificar. Relações sem afinidades, sem conversas e sem verdades geram sentimentos que nos fazem infelizes, ela te adoece, te faz mal e tira a vontade de amar a ponto de desamar. Há ciúmes, manipulação, chantagens emocionais, humilhação, e dependendo do caso, até agressão física.

Mas e quando é da família? Existe familiares tóxicos?

Um termo um tanto forte demais por se tratar de alguém da família. Infelizmente isso acontece, e é dificílima escapar. Quando temos um "amigo" manipulador com tendências interesseiras e egoístas e que brinca com o nosso sentimento, sempre poderemos terminar com essa amizade, mas quando se trata de um irmão, mãe, pai, ou até mesmo marido, a situação se complica. 

Há familiares tóxicos que podem nos fazer muito dano. Cada integrante do núcleo familiar pode nos complicar a vida seja através de seus comportamentos ou de suas palavras. E o pior de tudo, não podemos simplesmente cortar a relação com uma tia, uma mãe, ou sogra. Há um turbilhão de emoções e sentimentos envolvidas, afinal, são parte do nosso sangue, são a nossa família. 

Um exemplo disto são familiares que não permitem que escolhemos livremente a nossa profissão ou até mesmo o nosso parceiro. Recriminam as nossas amizades, atitudes, e exigem coisas ou esfregam em nossa cara aspectos que prejudicam e ferem a gente. 

Mas então, como proceder?

  • A empatia
Devemos praticar a empatia, ou seja, se colocar no lugar do outro, ouvir e considerar o que os demais dizem. Isso não significa dizer que devemos nos submeter aos desejos ou necessidades do outro, mas sim que tenhamos a disposição de compreender o que acontece além das palavras e atos.  

Deve existir um "pacto de respeito ao desacordo", isto é, se você quer algo que não é compativel com o que eu quero, aceitemos e sigamos em frente. Cada um tem sua necessidade e a mesma, é diferente do outro.
  • Estabeleça limites
Sempre temos que dizer o que podemos ou o que não podemos aceitar, deixe claro quem é você e mantenha o respeito. Se você não quer a ajuda de alguém, fale. Se não gosta que as pessoas se metam em algum aspecto da sua vida, fale. Mostre a sua voz, sem punir, sem atacar, apenas para defender-se e colocar limites. Fale com carinho, até porque você não vai querer destruir nenhum vinculo, mas deixe claro quem você é e como é que você quer as coisas. Aprenda a dizer e a ouvir um "não" como resposta. Isto é ser sincero e não egoísta.
  • Manter-se firme e ser respeitoso
Sempre tem algum familiar que adora dizer tudo o que pensa sem filtrar, ou seja, suas percepções e opiniões estão acima de qualquer outra e isso acaba causando dor emocional.

É importante que fiquemos distantes nessas situações e que ponhamos limites de forma calma, explicando para essa pessoa que o que ele disse está causando dor emocional. 
  • Seja assertivo e sincero
Muitas das vezes, guardamos coisas que sentimos ou gostaríamos de ter dito em algum momento, para não ferir os sentimentos dos nossos familiares. Pais reclamam que não ajudamos, quando na realidade os atendemos sempre que podemos. Tente ser mais assertivo, e com respeito e carinho sempre dizer a verdade. "Os ajudo sempre que possível e sempre os apoiarei, mas não posso ir além das minhas possibilidades"  Sempre mostre sinceridade e proximidade. Diga em voz alta a verdade, o que você sente e precisa, fale do que você pode fazer e o que não. Destaque que você também tem necessidades que devem ser respeitadas. 

É importante nos sentimos seguros com nós mesmos, agir com determinação e fazer valer nossa capacidade de escolha. Utilizar palavras como "obrigada" e "por favor", já expressa consideração e amabilidade e mostra respeito.
  • Apoie a família e mantenha sua integridade
Todos nós sabemos que família sempre deve estar em primeiro lugar, mas da mesma forma que é mais importante na nossa vida, pode se tornar destrutiva em nossa existência, se nos machucarem ou prejudicarem. Existem pessoas que sofreram algum tipo de abuso ou maltrato na infância, e é claro, que manter uma relação familiar cordial com esses membros não será possível. Cuidar da autoestima é essencial. Se alguém de sua família o ferir, será melhor se distanciar e afastar para recuperar a integridade, tranquilidade e autoconceito. 

Relações familiares são difíceis, porém, temos que conviver o máximo de harmonia possível. Sabemos que a família é uma parte importante do nosso ser, da nossa raiz e identidade, porém, se essas raízes tiverem muitos espinhos e apenas causar sofrimento, é preferível que nos afastemos um pouco. Defende-se, cuide-se, diga o que você é capaz de aceitar e o que não admitirá. Ame a sua família, mas acima de tudo, AME A SI MESMO.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre assuntos como esse? COMENTEM!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

CantinhodaAmiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...