17 de nov de 2016

Celular: Uma relação de amor e ódio.

O que faríamos se não existisse o celular?

Ficaríamos sem Whatsapp, sem nos comunicarmos a longa distância com os outros, sem fotografias, sem e-mails, sem pesquisar coisas na internet, tudo isso com um aparelho extramente portátil, enfim, consegue imaginar uma vida sem celular?

Não? Nem eu!


O celular para mim é uma relação de amor...

Estar perdida em algum local e um aplicativo do celular te indicar o melhor caminho de volta para sua casa; Conseguir me comunicar com alguém de outro país por mensagens e sem gastar por isso; Estar entediado e jogar uns joguinhos para se distrair; Organizar os compromissos de modo eficaz e não precisar de uma agenda manual no qual é muito mais pesada (não consigo viver mais sem); mandar e-mails; ligar para casa e pedir para alguém fechar a janela do quarto porque está chovendo (já aconteceu muito comigo). 

O celular nos ajuda a planejar a vida, nos poupa tempo, é portátil, nos mantem conectados com a família e o mundo. Conversamos com todos, enviamos mensagens, fotografamos e compartilhamos, chegamos aos lugares acessando mapas, acessamos a bancos, reservamos mesas de restaurantes e ainda fazemos pedidos de comida. Enfim... são infinitas utilidades que temos com o celular e os aplicativos que nos conectam, informam e divertem. 

Como viver sem?
Impossível! Nós amamos o celular!

Mas também é uma relação de ódio...

Perder tempo com a quantidade de horas que utilizo para acessar contas no Facebook, Instagram, Twitter...; Ajo compulsivamente com trocas de mensagens de Whatsapp, Messenger...; Toca quando menos quero, ao estar por exemplo tirando aquele cochilo gostoso (já aconteceu diversas vezes comigo).

O celular perturba a nossa paz, quando percebemos, já estamos grudados nele por vezes e nem guardamos na bolsa com receio de alguém nos chamar e não conseguirmos ouvi-lo. Não aproveitamos os momentos com as pessoas que amamos por ficarmos hipnotizados pela a telinha do celular.

O celular parece um imã que nos puxa. 

Como podemos viver aprisionados a esse monstro?
Nós odiamos o celular!


No entanto, uma fato é: Mesmo amando ou odiando, não temos como nos livrar dele, ele já nos fisgou!

Abaixo, um vídeo muito interessante e cômico de como as coisas seriam caso não existisse celular:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

CantinhodaAmiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...