21 de jul de 2014

Atire a primeira flor

As vezes passamos por situações difíceis e ruins, mas não deve ser por isso que devemos nos esconder ou nos sentir deprimidos. São apenas obstáculos que ao enfrentarmos, lá na frente surgirá algo de bom de tudo isso.
Achei esse texto maravilhoso e vale a pena refletir:

"Quando tudo for pedra...
Atire a primeira flor.
Quando tudo parecer caminhar errado,
Seja você a tentar o primeiro passo certo.
Se tudo parecer escuro, se nada puder ser visto,
Acenda você a primeira luz.
Traga para a treva você primeiro a pequena lâmpada.

Quando todos estiverem chorando,
Tente você o primeiro sorriso.
Talvez não na forma de lábios sorridentes,
Mas na de um coração que compreenda,
De braços que confortem.

Quando ninguém souber coisa alguma
E você souber um pouquinho,
Seja o primeiro a ensinar.
Começando por aprender você mesmo,
Corrigindo-se a si mesmo.

Quando a terra estiver seca
Que sua mão seja a primeira a regá-la.
Quando a flor se sufocar na urze e no espinho,
Que sua mão seja a primeira a separar o joio,
A arrancar a praga,
A afagar a pétala,
A acariciar a flor.

Se a porta estiver fechada
Dê você a primeira chave.
Se o vento sopra frio,
Que o calor de sua lareira
Seja a primeira proteção e primeiro abrigo.

Não atire a primeira pedra em quem erra.
De acusadores, o mundo esta cheio.
Nem por outro lado, aplauda o erro,
Dentro em pouco a ovação será ensurdecedora.

Ofereça sua mão primeiro para levantar quem caiu.
Sua atenção primeiro para aquele que foi esquecido,
Seja você o primeiro para aquele que não tem ninguém.

Quando tudo for espinho
Atire a primeira flor,
Seja o primeiro a mostrar que há caminho de volta.
Compreendendo que o perdão regenera,
Que a compreensão edifica,
Que o auxilio possibilita,
Que o entendimento reconstrói.
Atire você,
Quando tudo for pedra,
A primeira e decisiva flor..."

Autor: Rose Mary Sadalla

2 comentários:

  1. "De acusadores, o mundo esta cheio"
    Esta parte me fez refletir mais ainda no que já penso. Já que as pessoas são destemidas quanto a julgar, a ter maus olhos, a viver com a malícia e achar que todos são assim, não devemos sequer ter medo de fazer o bem, mas sim nos encorajar olhando estas coisas destruidoras, e transformando elas no bem com toda a gana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente!
      Obrigada pela a visita!

      Excluir

CantinhodaAmiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...