14 de jun de 2014

Virando Robôs: Em busca da perfeição!

Sabe por que o filme do Shrek é perfeito? Porque ensina que NINGUÉM precisa ser perfeito para ter um final feliz.
Será que as vezes não parecemos meros robôs?

O que quero dizer com isso?

     Na sociedade de hoje estamos sempre lutando para alguma coisa que a sociedade impôs, como o corpo perfeito, o trabalho perfeito, a vida perfeita. Sempre buscamos regrinhas e as na maioria das vezes tentamos segui-las, basta ligar a TV em algum canal que nos deparamos: Como ter a saúde perfeita? Como ter o corpo perfeito? O que fazer quando...? Enfim, são diversas coisas que nos fazem virar robôs, pois buscamos o padrão. Nós buscamos ser sempre produtivos, estar de bom humor, bem apresentados, cultivando boas relações; vivemos perseguindo perfeição, mas isso não pode acontecer a qualquer preço.
     Nós não somos robôs, por mais que parecemos às vezes. Somos humanos, e como todo humano, cometendo erros, temos os nossos altos e baixo, deparamos com pessoas e situações difíceis, assim, é natural ficarmos perdidos, aborrecidos e até deprimidos.
     O ser humano não funciona como um robô, conforme já citado, ocasionalmente precisamos de uma pausa, de uma manutenção em nós mesmos, caso contrário ficaremos exaustos e os problemas tendem a piorar. 
     Devemos acolher nossas tristezas e não apenas ignora-las, pois acolhendo, nos damos a permissão para viver a tristeza, a fragilidade, o isolamento e assim perceberemos o proposito de digerir os problemas que a vida nos apresentam, proporcionando assim, a nossa própria cura. 
     Quando ignoramos os nossos medos, preocupações e fraquezas, estamos desistindo de lutar, de saber lidar com isso, pois ao ignorar, estamos fugindo delas, e com o passar do tempo, elas se tornaram uma bola de neve no qual será muito mais difícil saber lidar. O importante, não é ignorar, é enfrentar e saber lidar com a situação, pode parecer difícil, mas nada é impossível quando se quer, quando há controle e força de vontade suficientes é possível mudar o errado para o certo, tristeza para felicidade e etc. Para lidar com a dor você apenas precisa se convencer que aquilo não dói e aprender com ela. Parece simples, mas é muito mais difícil que você pode imaginar.
     Portanto, vamos deixar de ser robôs ou agir como um, parar de procurar sempre a perfeição e tentar se mostrar o quão perfeito é, pois ninguém é perfeito. Todos comentemos erros e é com eles que aprendemos. Valorize e respeita a sua vitória, mas não deixa de fazer o mesmo para as derrotas, conflitos e dores. Aprenda a dizer "não" quando se sentir que não fará o seu melhor e/ou não tiver condições. Pare de aceitar tudo o que a sociedade tenta impor, seguir regrinhas básicas e mostrar o que não é ou o que não sente. Aprenda a se valorizar e a se repeitar. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

CantinhodaAmiga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...